O que a idade do paciente diz sobre sua satisfação no atendimento médico?

Se só por curiosidade, você entrar em uma clínica médica em qualquer dia aleatório, veria pacientes com idade entre 1 e 90 anos. Compreender e se adaptar às necessidades de um grupo tão diversificado de pacientes é um desafio e tanto e é um dilema de muitos profissionais no Brasil e no mundo. Diversos consultórios estão lutando com isso, e a insatisfação do paciente está em um alta histórica. Em um estudo feito nos Estados Unidos chamado Patient-Provider Relationship Study recentemente encomendado pela Solutionresearch, pesquisadores descobriram que um em cada três pacientes provavelmente trocará de médico no próximos dois ou três anos. A questão é, por que? O que está acontecendo com a lealdade do paciente? E o mais importante: o que os serviços médicos podem fazer para impedir essa tendência? Além de estudar as preferências de mudança do paciente, o estudo também examinou a dinâmica da satisfação geracional e das preferências, apresentando as seguintes questões:
  • Qual o impacto da idade na satisfação e retenção do paciente?
  • Qual o papel que desempenha na lealdade do paciente?
  • Quais serviços criam satisfação para as diferentes gerações?
Mas o que sua clínica pode tirar deste estudo? Para entender melhor a forma como a idade afeta a retenção de pacientes, é importante dar uma olhada nos resultados de cada uma das principais faixas etárias. Millenials - os níveis de satisfação entre a corte mais jovem foram lúgubres. Millennials são menos satisfeitos com todos os aspectos gerais de prestação de serviços, incluindo o médico, equipe de escritório e prática de logística. De fato, impressonantes 81 por cento dizem que não estão completamente satisfeitos com seus médicos habituais. Sem surpresa, millenials também são extremamente propensos a mudar de clínica nos próximos anos. Cerca de 46% dos jovens que iniciaram sua vida econômida em meados dos anos 2000 dizem que provavelmente passarão a um novo consultório médico nos próximos anos. Geração X - Os níveis de satisfação dos jovens adultos da geração X - 30 a 40 anos de idade,  estão em algum lugar entre millenials os babu boomers. Todavia, os números ainda estão relacionados. Dois a cada três pessoas nascidas nesse período não estão satisfeitos com o escritório médico. Cerca de 35% dizem que provavelmente mudarão no futuro próximo. Baby Boomers - Enquanto os millenials são três vezes mais propensos a mudar de médicos do que os boomers, ainda há um número significativo de pacientes infelizes neste grupo demográfico. Quase 60 por cento dos boomers não estão completamente satisfeitos com o seu consultório médico e um em cada cinco irá mudar nos próximos dois ou três anos. Essa análise leva o estudo à uma conclusão muito pragmática: Acompanhe o desenvolvimento destes pacientes, e pare para pensar sobre o que mudou neles nos últimos anos. Talvez você tenha pacientes que viu crescer, ou envelhecer ao longo de todos esse tempo e qual é o produto que conecta todos eles? O smartphone. Mesmo com os pacientes mais velhos não dominando todas as funcionalidades do aparelho, todos eles, sem distinção de idade tem aparelhos capazes de receber e enviar mensagens de texto simples, certo? Pois é. A maior diferença entre o que os pacientes querem e o que as práticas médicas oferecem é em torno de mensagens de texto. O sms tem sido a forma mais utilizada de comunicação há mais de uma década, mas, de acordo com a pesquisa, menos de 30% dos consultórios oferecem qualquer opção de sms. Hoje, cada todo negócio da área da saúde deveria prover: Envio de sms - 94 por cento dos millenials e 87 por cento do geração X quer receber mensagens de seus médicos. Mas não são apenas os "jovens". Dois de cada três baby boomers também querem que você os envie. Receba um sms - Enquanto alguns consultórios começaram a enviar lembretes, tantos outros menos têm a capacidade de ter um paciente iniciando mensagens de texto através do número de atendimento. Oitenta e sete por cento dos pesquisados dizem que querem poder se comunicar enviando uma mensagem ao médico. A vida dos pacientes, assim como a nossa, está completamente entrelaçada com a tecnologia. É preciso se adaptar ao uso de tecnologia em novas formas de se conectar com pacientes ou arriscar a perder um em cada três pacientes nos próximos dois anos.Qual é sua escolha?

Histórias recentes

Aumente sua Visibilidade, Agende mais consultas e conquiste novos pacientes!

Crie sua identidade online, tenha seu perfil em destaque no BoaConsulta e indexado por buscadores como Google e uma série de serviços para auxiliar no dia a dia de seu consultório como telemedicina, receita digital, agendamento online, prontuário eletrônico, dentre outros, saiba mais!

Posts recomendados