Conquistar o próprio consultório é um dos grandes sonhos de quem está trilhando uma carreira na área de saúde. Sejam eles da área de medicina, odontologia, fisioterapia, psicologia, fono... A lista é extensa dos profissionais que cuidam da nossa saúde e querem um endereço para chamar de seu. Aqui, listamos 12 dicas que valem a pena ser anotadas durante essa trajetória de conquista. Prepare sua caneta verde e comece a riscar cada etapa: você é capaz!

1) Tenha domínio sobre o mercado que deseja se estabelecer.

Entenda como eles atuam, principalmente seus concorrentes que estão próximos da sua localização.

2) É preciso gerenciar o seu negócio.

Você oferecerá o serviço, mas também será o CEO da sua empresa. Portanto, esteja atento às operações necessárias para que seu cotidiano flua da melhor forma possível. Faça cursos de gestão, eles serão necessário até para entender o funcionamento do job, caso você terceirize.

3) Aperfeiçoe suas técnicas tanto na sua área de atuação, quanto na gestão do business.

Sua jornada é dupla e há de se renovar para contribuir com o crescimento da empresa. E não leve esta prática de constante aprendizado apenas para si. Seus colaboradores podem ser muito mais produtivos e satisfeitos em seus postos com um domínio melhor de suas habilidades.

4) Aumente sua malha de comunicação, seja PR de você mesmo – sempre.

Frequente eventos, circule entre novos fornecedores, visite feiras, faça conexões. Networking é uma das chaves para um sucesso empreendedor 360º.

5) Trace um perfil bem definido de quem são os seus pacientes e aposte em campanhas de captação de novos pacientes.

Estratégias de marketing médico, online e off-line não podem ser negligenciadas.  

Como montar um consultório

6) Desperte o marqueteiro que há dentro de você.

Perca um tempinho da sua semana pensando em novas ações de captação de pacientes. Pense nos serviços que você oferece e pense como pode viabilizar pacotes ou formas de pagamento, por exemplo que estejam ligadas ao universo do seu paciente.

7) Tenha um bom contador ao seu lado.

Você não poderá abraçar o mundo, e se tem uma algo que dá tanto dor quanto uma enxaqueca crônica é a burocracia. Faça de um analista contábil o seu analgésico. É ele quem vai te indicar os melhores caminhos quanto às suas obrigações fiscais e tributárias.

8) Alvarás. Sim, só de ler essa palavra já dá um frio na espinha.

É fundamental que você se alie a bons profissionais, seja um amigo advogado ou um sócio administrativo, que cuide de todas as normas vigente para a obtenção das licenças de funcionamento que inclui a sanitária.

9)Você não está sozinho.

É imprescindível que delegue funções e forme uma equipe. Conte com pelo menos uma recepcionista e um instrumentador, caso você faça muitos procedimentos como um dentista.

10) Pense na estrutura física que será necessária atender seus pacientes da melhor forma possível:

Movelaria, equipamentos, recepção, instrumentação... seu consultório clínico deve conter espaços reservados para sala de espera, os banheiro de uso do paciente, a área suja, área limpa, estoque de produtos hospitalares. Todos esses ambientes devem respeitar os critérios prescritos em lei. como montar um consultório

11) Tenha um estoque mínimo.

Tente não comprometer uma parte tão significativa do seu capital de giro com produtos. Faça compra consciente e lembre-se da velha máxima: “estoque antigo é dinheiro parado”.

12) Construa um plano de negócios.

Não esqueça: você é um profissional da saúde, mas também é um empresário. E não há empresa sem planejamento. Pense no seu projeto como um filho, e só dê luz a ele apôs uma gestação completa.

Write A Comment