O termo Saúde 4.0 nos remete a Quarta Revolução Industrial, popularmente conhecida como indústria 4.0, e marca um período de maior integração de novas tecnologias aos serviços de saúde. 

Neste artigo, apresentaremos os principais impactos da aplicação de tecnologia no cuidado com as pessoas e na gestão da saúde, ressaltando recursos que todo médico precisa conhecer. 

Breve Histórico

Entender o caminho percorrido até aqui dá clareza ao que chamamos de saúde 4.0. Acompanhando o histórico da revolução industrial, conseguiremos entender melhor a sua relação com a saúde ao longo do tempo. 

1- Primeira fase

Fase de trabalho manual, marcada pela mecanização. Entre 1760 e 1830.

2- Segunda fase

A eletricidade é a grande marca da segunda fase, que começou no ano de 1850. 

3- Terceira fase

A chegada do século XX foi marcada pelo advento da computação, sem dúvidas um grande avanço também para a área da saúde. 

4- Quarta fase

Hoje, na quarta fase, vivemos na era digital, no período onde a inteligência artificial se torna cada vez mais presente em todos os setores da sociedade. 

Quais são os impactos da Saúde 4.0?

A saúde 4.0 chegou acompanhada de uma série de recursos, que trazem benefícios tanto para médicos como para os seus pacientes. 

Práticas de medicina preventiva

O acompanhamento dos pacientes e o desenvolvimento de novas opções de tratamento tornou a medicina preventiva mais eficiente. Graças a tecnologia são, geradas informações relevantes a respeito dos usuários. 

A coleta e a análise desses dados fornece uma maior compreensão sobre o perfil dos pacientes, beneficiando o paciente ao oferecer um atendimento mais personalizado. 

Além disso, uma maior compreensão das necessidades do indivíduo gera como resultado soluções mais eficazes e resultados mais efetivos.  

Análise de dados dos pacientes

A análise de dados dos pacientes é uma das bases dos avanços alcançados pela saúde 4.0. Atualmente temos tecnologias exclusivas, criadas estritamente para criar, armazenar e compartilhar essas informações, respeitando ainda o sigilo médico e às leis de proteção de dados. 

Diminuição de sinistros no plano de saúde

Soluções inovadoras vão sendo colocadas em prática, e em contrapartida o número de sinistros nos planos vai diminuindo. 

A explicação para essa relação é simples. O cruzamento de informações ajuda a identificar pacientes que precisam de atenção específica, evitando os achismos e tornando possível uma intervenção antes mesmo que o problema evolua. 

Gestão da saúde integrada

Graças à gestão integrada, é possível compreender todo o histórico clínico de um paciente e de que forma o seu histórico afeta sua condição de saúde atual. Como todas as informações e prontuários estão consolidados em um só lugar, o médico passa a ter em mãos detalhes do que o seu paciente já passou, avaliando sua saúde como um todo. 

Recursos que marcam a saúde 4.0

Todos os benefícios citados anteriormente se originam de uma combinação de recursos, e é sobre que eles que falaremos de agora em diante. 

Software médico na nuvem

Os prontuários eletrônicos são um avanço indiscutível. Com o armazenamento na nuvem, os médicos e demais profissionais de saúde podem ter acesso aos dados de seus pacientes de qualquer lugar, o que faz a diferença inclusive em casos de emergência. 

Desta forma, as consultas serão mais rápidas e os diagnósticos mais eficazes. Sem falar na redução de custos operacionais e na diminuição do impacto ambiental pelo uso reduzido de papéis. 

Muitos se preocupam em relação à segurança das informações armazenadas na nuvem, porém, os dados ficam protegidos contra perdas e danos, sendo acessados exclusivamente por usuários autorizados. 

Dispositivos médicos

Estamos falando da produção, importação e distribuição de itens essenciais como: 

  • Curativos
  • Camas de hospital
  • Implantes
  • Equipamentos de raios-X

A medida que a tecnologia evoluiu vão surgindo ainda novos recursos, cada vez mais precisos, capazes de melhorar a qualidade de vida da população e trazer mais conforto para pacientes em tratamento. 

Internet das coisas

Provavelmente a mais surpreendente tecnologia desenvolvida nos últimos tempos, a internet das coisas é a ideia de integrar o mundo real ao digital. 

Um exemplo simples e conhecido por todos são os relógios capazes de medir os batimentos cardíacos do usuário. 

A integração entre objetos da área médica, a computação e a internet promete ainda muitas surpresas.

Big Data

O Big Data não se restringe a área, mas também deve ser considerado quando de fala sobre os recursos da saúde 4.0. Na medicina o seu objetivo é identificar indivíduos de um mesmo grupo, reduzindo custos em pesquisas e cooperando nas previsões diagnósticas. 

Que tal alguns exemplos de sua aplicação? 

  • Eventos relacionados a saúde 
  • Avaliação da chances de um determinado indivíduo obter sucesso em um certo tratamento
  • Reorganização do agendamento de consultas 
  • Prevenção de complicações 
  • Monitoramento da efetividade de tratamentos

Sistemas para telemedicina 

A telemedicina que já que vinha sendo discutida há décadas e vagarosamente implantada, foi regulamentada recentemente no país com a chegada da pandemia. As plataformas para consultas virtuais representam um enorme avanço para a área da saúde, eliminando distâncias e levando atendimento médico de qualidade a todos. 

Além disso, atualmente já é possível monitorar a saúde do paciente mesmo sem estar em um mesmo ambiente físico, o que chamamos de telemonitoramento. 

Temos a disposição ainda a possibilidade de telediagnóstico, através da emissão de laudos médicos à distância, telecirurgia, ou seja, procedimentos cirúrgicos realizados com a participação de um cirurgião de maneira remota através de tecnologias integrativas, e a teletriagem, que consiste em métodos para avaliação e estudo virtual de sintomas para diagnóstico e posterior direcionamento. 

Como se preparar para o futuro

Os seus pacientes já têm se beneficiado dos recursos oferecidos pela saúde 4.0? Implementar as tecnologias exemplificadas já não é mais uma questão de diferencial, mas de responsabilidade em oferecer o melhor atendimento possível a todos. 

Apesar dos temores, a tendência deve ser encarada de maneira positiva, já que beneficia pacientes e médicos. 

Estude as possibilidades, conheça as ferramentas implementadas por outros profissionais da sua área, e dê um passo em direção a otimização.

Veja como podemos ajudar a sua clínica com nossas soluções .

Write A Comment